O número de beneficiários do Programa Bolsa Família que realizaram doações para campanhas eleitorais nestas eleições 2016 é algo impressionante. O programa utilizado para retirar e assistir pessoas em extrema miséria reflete mais de R$ 16 milhões em doações. O levantamento foi feito pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que cruzou dados de doadores e descobriram que 16 mil doadores de campanhas são beneficiários do programa.

Apenas para cargos de vereador, juntos os beneficiários, doaram R$ 12,2 milhões. A partidos políticos as doações chegam quase aos R$ 300 mil. Para se ter uma ideia da fragilidade do programa ou das falcatruas que o rondam uma única pessoa, que recebe o bolsa família, doou R$ 67 mil. Caberá a investigação saber duas coisas: o beneficiário é um laranja ou realmente tem esse poder aquisitivo? Como conseguiu o cadastro se possui tanto poder financeiro? São duas perguntas que deverão ser respondidas em breve graças a tecnologia que ajuda cruzar informações rápida e eficazmente.