A Receita Federal apreendeu aproximadamente 170 celulares neste sábado (09) no aeroporto de Salvador. Os aparelhos foram divididos em diversas caixas pequenas e trazidos por passageiros diferentes que vinham de Paris. A manobra para enganar a Receita Federal e evitar impostos acabou sendo flagrada por uma auditor-fiscal que acionou um analista-tributário.

Além dos aparelhos celulares ainda foram apreendidos 24 câmeras e relógios ultramodernos. O valor dos produtos apreendidos chegam a custar o equivalente a US$ 160 mil. Os passageiros foram conduzidos e liberados posteriormente. Os produtos ficaram apreendidos na Receita Federal e uma empresa assumiu ser a proprietária dos produtos.