Arthur Maia afirma que “não há nada demais trabalhar até 65 anos”

As manifestações foram imediatas através das redes sociais

0
5245

O deputado Federal Arthur Maia (PPS-BA) relator da Reforma da Previdência afirmou nesta terça-feira (26) que um trabalhador, sobretudo, funcionário público, pode sim trabalhar até os 65 anos para depois se aposentar. Na visão do relator não existe nada demais nisso e, deste modo, acabou levantando mais uma polêmica.

Em seu relatório Maia propôs que servidores públicos que ingressaram na carreira m 2003 devem se aposentar integralmente aos 65 anos homem e 62 mulheres. Atualmente o funcionário público homem se aposenta aos 60 anos e mulheres aos 55 anos.