Em decisão do Pleno, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) puniu o Atlético Paranaense nesta quinta-feira por conta do uso de um celular em campo pelo goleiro Santos,  ainda pela quinta rodada do Brasileirão. O clube foi multado em R$ 50 mil e o goleiro levou suspensão de um jogo.

Santos se tornou o maior assunto da quinta rodada ao usar um celular em campo a poucos segundos do início da partida do Atlético-PR contra o Atlético. Após o jogo e a polêmica, o clube alegou que o celular em campo fazia parte de uma campanha de marketing para conscientização no trânsito, que não contou com a autorização da CBF.

Apesar disso, Santos demonstrou constrangimento ao ser entrevistado logo após a partida. Disse que não sabia que era proibido usar o celular em campo, a poucos instantes do começo do jogo. Fernando Diniz, então técnico do time, afirmou desconhecer o episódio na coletiva pós-jogo.

No dia seguinte, a diretoria do Atlético-PR veio a público para explicar a campanha de marketing, o que chegou a ser aceito como defesa no primeiro julgamento. Mas não foi aceito na decisão do Pleno, nesta quinta.

Por Léo Dourado

Foto Reprodução

Fonte STJD