Foto: Reprodução

Devido à estiagem, o governo estadual decretou situação de emergência em 173 municípios baianos pelo período de 180 dias. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado no dia (14) de Setembro.

Segundo o governo, os baixos índices pluviométricos registrados nos últimos anos, que estão afetando quase a totalidade do estado, foram levados em consideração para a assinatura do decreto, que é fundamentado em uma instrução normativa do Ministério da Integração Nacional.

A escassez das chuvas ainda tem comprometido a regularidade no fornecimento de água potável e provocado graves prejuízos às atividades produtivas, principalmente à agricultura e à pecuária, de acordo com o comunicado.

Dentre as 173 cidades estão inclusas: Guanambi, Pindaí, Igaporã, Licínio De Almeida, Brumado, Iuiú, Malhada e Carinhanha.

Conforme o decreto, que passou pela análise da Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec), por conta do problema, todos os órgãos estaduais devem participar de ações com o objetivo de buscar soluções para restabelecer a normalidade e preservar o bem-estar da população.

De acordo com a lista publicada no site da Sudec, no total, 185 cidades têm situação de emergência decretada no estado, o que atinge 3.908.536 de habitantes.

 

Por: G1 Bahia

Fonte: SUDEC (Superintendência de Proteção e Defesa Civil)