O ex-prefeito do município de Riacho de Santana, sudoeste da Bahia, Tito Eugênio Cardoso de Castro, preso desde o mês de maio na Operação Imperador da Polícia Federal acusado de corrupção foi recebido com carreata e festa ao ser liberado no último dia 13.

O prefeito é apontado como um dos envolvidos no esquema de fraudes no transporte escolar do respectivo município. A PF informou na época da prisão do ex-prefeito que havia um esquema de corrupção que fraudava licitações através de empresas de faixada – “laranjas”. Um sobrinho do ex-prefeito e um ex-chefe de gabinete também haviam sido presos. O Ministério Público e a Polícia Federal informaram na época que mais de R$ 100 milhões foram movimentados pelos integrantes do esquema.

Ao saber da soltura de Tito a população saiu em carreata pelas ruas do município aplaudindo e manifestando solidariedade ao mesmo. Cabe ressaltar que o candidato apoiado pelo então detento e ex-prefeito Tito foi o vencedor com 50,41% dos votos válidos.

VEJA O VÍDEO DE TITO SENDO RECEBIDO PELO POVO