A produção de ovos na Bahia aumentou cerca de 5,97% em apenas seis meses conforme informações das avícolas. As regiões do estado com as maiores concentrações de avícolas são oeste e nordeste do estado. Entre janeiro e junho deste ano foram mais de 23 milhões de ovos o equivalente a 586 mil dúzias.

Para muitos estes números são espantosos, porém, ressalta-se que ainda são insuficientes para atender o mercado baiano e disputamos com avícolas de São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo. As pessoas passaram a consumir muito mais ovos, segundo especialistas, posto que, além do ovo e seus derivados terem ficado mais em conta houve aumento em outros alimentos que foram substituídos pelo ovo.

Muitos avicultores estão otimistas quanto ao aumento na produção e consequentemente das vendas. Mesmo com leve aumento na ração de galinhas poedeiras devido ao aumento do milho ainda é possível segurar os preços do ovo em conta. A expectativa é de que o Brasil inteiro tenha um aumento de 10 a 20% na produção.