No último dia 21, o prefeito da cidade de Caetité, Aldo Gondim (PSB), esteve no Museu do Alto Sertão da Bahia (Masb), para o lançamento oficial do Banco Comunitário 2 de Julho., que funcionará em uma sede na Praça do Mercado. O Banco do Povo terá cédulas próprias, nomeada de Caetés – 1 caeté corresponde a 1 real.

Na oportunidade, foi colocado à venda um kit da moeda. A Incubadora Tecnológica de Economia Solidária da Ufba, Simáia Barreto, destacou que esse é um momento muito importante para o desenvolvimento local. “Por ter ido bem em vários lugares do Brasil, a experiência do Banco Comunitário pode se tornar algo muito singular em Caetité, inclusive, sendo referência em nível de estado e até para outras organizações”, destacou.

Assim que a administração municipal terminar a reforma no espaço onde funcionará o banco, será articulada uma data para operacionalizar as ações. Será feito um credenciamento com o comércio da cidade, para o uso da moeda social e cadastro de clientes que requerem valores de empréstimos. O prefeito Aldo Gondim disse que o banco do povo é um instrumento que visa motivar, incentivar e instrumentalizar a ideia de economia solidária, de fomento ao cooperativismo e às atividades de associações e da agricultura familiar.