O café produzido na região da Chapada Diamantina conseguiu emplacar mais de 35 lotes aprovados pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) na categoria Pulped Naturals. Na próxima fase o café baiano concorrerá com mais 102 concorrentes. Os produtores terão até essa quinta-feira (29) para enviar as amostras e assim passar para a fase de concorrência internacional com início em 23 de outubro e encerramento em 29 de outubro.

O leilão dos vencedores nacionais ocorrerá entre 30 de novembro e 08 de agosto. No ano passado o café de Piatã foi leiloada a R$ 10 mil a saca no leilão internacional. O Secretário de Agricultura da Bahia – Vitor Bonfim – afirmou que a competição é “uma maneira de tornar mais visível o nosso produto no mercado internacional e mostra a qualidade do que aqui é produzido”.