Canavieiras: homens matam agricultor por causa de dívida de R$ 6 mil

Acusados roubaram os pertences da vitima e depois o espancaram até a morte e queimaram o corpo

0
2397

Um crime absolutamente bárbaro deixou o município de Canavieiras, sul do estado, completamente estarrecido. Dois indivíduos foram presos pela Polícia Civil nesta última quinta-feira (13) após matar um agricultor e atear fogo no corpo para não ser descoberto.

A polícia chegou até Givanildo Conceição dos Santos – vulgo “Galego” (40) e Jorge de Jesus Oliveira – vulgo “Nego Jorge” (39) após intensa investigação para elucidar a morte do agricultor Carlos Florentino Delmontes (74). Os homens foram localizados na cidade de Santa Luzia e após serem presos confessaram o crime e levaram os policiais até o local onde estava o corpo.

O indivíduo Givanildo (Galego) trabalhava na propriedade rural da vítima (Carlos) e sempre pegava dinheiro emprestado na mão do patrão. Porém, a dívida chegou ao montante de R$ 6 mil o que fez com que o senhor Carlos passasse a lhe cobrar frequentemente. Vendo-se sem condições de pagar a dívida o Givanildo chama o seu comparsa, Jorge (Nego Jorge) e lhe propõe roubarem alguns pertences do agricultor e mata-lo.

No domingo (09) os dois acusados levaram a vítima até um local bastante ermo e ali após tomarem seus pertences, como aparelho celular, quantia em dinheiro entre outros, passaram a espanca-lo até a morte utilizando pedaços de madeira. Após matarem a vítima os mesmos colocaram pedaços de madeira seca sobre o corpo e atearam fogo.

Após o delegado do caso aplicar o flagrante por latrocínio e ocultação de cadáver os mesmos foram encaminhados ao presídio de Ilhéus onde deverão aguardar julgamento.