Segundo matéria publicada pelo jornalista João Miguel do Portal Folha do Vale, o jovem carinhanhense Jardel Alckmin morreu por afogamento, segundo ele afirma, baseado em laudo pericial do Instituto Médico Legal de Guanambi, a causa da morte teria sido afogamento.

O jovem era filho do policial aposentado Joel Alckmin, atual chefe da guarda municipal de Carinhanha, e foi encontrado morto no Cais da cidade no dia 02 de abril. A família acreditava em homicídio, posto que, Jardel havia se envolvido em uma confusão recentemente.

Para algumas pessoas o rapaz teria cometido suicídio o pular da balaustra do respectivo Cais da cidade chamado de “paredão”.