Cientistas criam enzima que pode curar vício em cigarro

0
482

Redação 96 FM

O instituto Instituto de Pesquisa Scripps, através de um grupo de cientistas norte-americanos, descobriram uma enzima que impede a nicotina de chegar ao cérebro. A substância é o princípio ativo do tabaco, e o vício em cigarro está relacionado a ela.

Segundo a revista Super Interessante, a equipe obteve bons resultados em camundongos para cura do vício. A enzima NicA2-J1 é produzida por bactérias da espécie Pseudomonas putida com DNA modificado. Na corrente sanguínea, ela “digere” as moléculas de nicotina antes que cheguem ao cérebro.

“Essa abordagem pode permitir uma redução progressiva do nível de dependência, levando a uma diminuição do desejo e evitando as recaídas que são induzidas pela re-exposição à droga”, afirmaram os pesquisadores.

Ainda assim, o paciente não sofre com a abstinência. De acordo com Olivier Greg, um dos pesquisadores, a NicA2-J1 não quebra toda a nicotina existente, para que o paciente se acostume aos poucos.

“Ela remove nicotina o suficiente para reduzir o grau de dependência, mas deixa o suficiente para evitar que as cobaias animais sofram uma abstinência severa”, disse Greg.