Denúncia: motoristas afirmam que BA 160 é a rodovia esquecida pelo governo e lembrada por assaltantes

Assaltos são constantes segundo os motoristas e proprietários de fazendas da região

0
4029

A Ba 160 é pouco conhecida e, talvez, por isso esquecida pelo governo que permitiu que a estrada estadual ficasse abandonada e esburacada. A respectiva estrada foi inaugurada na gestão do então governador Nilo Coelho em 1990 e liga os municípios de Malhada a Bom Jesus da Lapa. Na época a intenção era escoar a produção do projeto Formoso em Bom Jesus da Lapa, inclusive, a estrada era um importante elo para o Norte de Minas Gerais.

Diversas comunidades e Fazendas de Grande Porte estão às margens da BA 160, inclusive, a famosa Fazenda de Rui Moura que diariamente é mostrada em chamadas da Rede Globo falando das aves migratórias que chegam no município de Malhada vindas do Pantanal Mato-grossense.

O problema é que a estrada desde sua inauguração nunca teve uma reforma e é alvo constante de assaltantes que atacam motoristas e motociclistas. Algumas empresas que fazem entrega de alimentos e produtos para mercadinhos das comunidades já estão desistindo. O internauta que entrou em contato com a nossa equipe de jornalismo afirmou que possui uma propriedade rural próximo a comunidade quilombola de Parateca e que já foi alvo de bandidos diversas vezes.

A falta de policiamento, fiscalização e estrada com qualidade acaba facilitando a ação de marginais. Outro problema grave é quanto à manutenção dos veículos da região todos danificados devido a péssima qualidade das estradas. A prefeitura local, município de Malhada, afirmou que o trecho que corta o território do município é impossível de ser arrumado pela falta de recursos. A partir da comunidade quilombola de Rio das Rãs já pertence a Bom Jesus da Lapa, todavia, o trecho também é completamente destruído e a prefeitura do município também afirma que não pode fazer nada.

O trecho já foi considerado pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) como um dos piores do país por diversas vezes, mas mesmo assim o governo estadual não se mobiliza para recuperar esta importante malha viária da região. Nós tentamos comunicar com representantes do DERBA (Departamento de Infraestrutura de Transportes da Bahia) mas não obtivemos êxito.