Marqueteiros dizem que a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) sabia do esquema de caixa 2 na campanha de 2014 e que discutiram pessoalmente com ele o recebimento de valores em Caixa 2 para a chapa Dilma-Temer. As informações foram prestadas por Mônica Moura e João Santana, que, afirmaram que se reuniram com Dilma pessoalmente e ela cuidou da campanha de 2014.

Dilma teria encaminhado os marqueteiros para certarem os valores a serem recebidos da Odebrecht diretamente com o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega. O valor cobrado na respectiva campanha de 2014 foi R$ 105 milhões sendo R$ 70 milhões declarados e R$ 35,00 em caixa 2.

O valor que estes receberiam em Caixa 2 da Odebrecht não foi recebido integralmente e do montante apenas R$ 10 milhões foi repassado.