Imagem Ilustrativa

Quem recebe aposentadoria ou pensão pelo INSS com valor superior a um salário mínimo vai ter um reajuste de 2,07% no benefício. Com isso, o teto das aposentadorias e pensões da Previdência Social, que hoje é de R$ 5.531,31, passa para R$ 5.645,80. Um reajuste de R$ 114,49.

Já quem recebe benefícios no valor do salário mínimo, que passou para R$ 954 agora em 2018, terá reajuste menor: 1,81%. Esse aumento equivale à variação do INPC – Índice Nacional de Preços ao Consumidor de 2017, anunciado nessa quarta-feira (10), pelo IBGE.

O índice, que mede a variação de preços para famílias que ganham de um a cinco salários mínimos, registrou variação menor que o IPCA – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, que fechou o ano passado em 2,95%.

As faixas de contribuição dos trabalhadores para o INSS também foram reajustadas. Quem recebe até R$ 1.693,72, passa a contribuir com 8%. Quem ganha R$ 2.822,90 pagará 9% e quem recebe até o teto contribuirá com 11% do salário. Como o recolhimento se dará sobre o pagamento agora de janeiro, as novas faixas só entrarão em vigor em fevereiro.

 

Da Redação: Rafa Nunes

 

Reportagem: Graziele Bezerra