Neste domingo (22) representantes do Conselho Tutelar do município de Lagoa Real em companhia de uma guarnição da Polícia Militar apresentaram na delegacia de polícia, uma adolescente de 12 anos.

De acordo as informações repassadas pelas conselheiras, elas receberam denúncia anônima que o padrasto teria estuprado a menor, mas a menina contesta a informação, alegando que quem teria lhe estuprado foi o avô.

Após exame realizado no IML – Instituto Médico Legal foi constado que a menor está grávida. Os suspeitos, padrasto e avô, foram apresentados na Unidade Policial, ficando à disposição do delegado plantonista Dr. Adir Pinheiro Júnior que investiga o caso aqui em Guanambi na 22ª Coorpin.