Embora houvessem tentativas de convencer o governo de aderir o estado da Bahia no horário de verão o governador Rui Costa (PT) afirmou nesta sexta-feira (23) que não pretende aderir. O estado já está há cinco anos fora do horário de verão e, deste modo, existem alguns setores que são favoráveis ao retorno.

A partir de 16 de outubro o horário de verão volta com a duração de 124 dias, adiantando uma hora os relógios. Serão dez estados incluindo Distrito Federal que irão aderir ao respectivo horário sendo eles: Espírito Santo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Paraná, Mato Grosso, Minas Gerais, Santa Catarina, Goiás e São Paulo.