Foto: Divulgação WhatsApp

Um homicídio consumado foi registrado na tarde desta sexta-feira(16) por volta das 13:15min, onde uma mulher foi assassinada com pelo menos (30) disparos de arma de fogo, segundo informações colhidas pela reportagem do 96 notícias, a vítima foi identificada por: Ane Kelly de Andrade, (22) anos, que residia na Rua Lajedão, Bairro Monte Pascoal, ela transitava nas proximidades de sua residência, mais precisamente na esquina da rua: Cassemiro de abreu com a rua Lajedão, momento em que ela foi surpreendida pelos assassinos que chegaram em uma motocicleta de dados não informados, se aproximaram da mulher e de acordo com a perícia feita no local dispararam por (30) vezes, pelos menos (22) tiros atingiram a mulher na região da cabeça e tórax, ela morreu no local, em seguida os indivíduos fugiram tomando rumo ignorado, foram colhidas no local (30) capsulas deflagradas de arma de fogo tipo pistola calibre 9mm.

A polícia militar foi acionada e uma guarnição de imediato esteve no local preservando a cena do crime e uma outra em diligencias na tentativa de prender os autores (mas não obteve êxito), em seguida os peritos criminais com agentes investigadores realizaram o levantamento cadavérico, removendo o corpo da jovem ao IML de Guanambi onde passou por exame de necropsia e em seguida o corpo foi liberado para o sepultamento.

Segundo informações da polícia, a vítima Ane Kelly de Andrade, tinha envolvimento no mundo do tráfico de drogas e teria um relacionamento amoroso com um homem que é apontado como gerente de uma das facções criminosas que lideram o tráfico em Guanambi, o que reforça a hipótese de que esta execução esteja diretamente ligada a acerto de contas do mundo do crime.

Um inquérito policial foi instaurado para apurar os fatos e tentar chegar aos autores, o crime foi considerado pela polícia como um homicídio qualificado, onde premeditaram, arquitetaram e executaram a ação delituosa.

Guanambi vivia momentos de muita calmaria, mais de (21) dias sem registrar nenhuma ocorrência relacionada a crime contra pessoa “que estivesse ligado a guerra do tráfico de drogas”, a polícia inclusive atribuía essa tranquilidade a última ação onde prenderam acusados e apreenderam menores infratores possivelmente envolvidos, na operação denominada: “Monte pascoal”.

Este é o (8º) homicídio registrado aos (75) dias corridos do ano de 2018, totalizando uma média de (1) morto(a) a cada (9) dias.

Da Redação: Rafa Nunes

Fonte: Policia