Guanambi: Vacinação no Centro de Convivência do Idoso marca início da campanha contra o vírus da gripe

0
7613
|Foto: ASCOM / PMG

Iniciada nesta segunda-feira (23), a 20ª Campanha de Vacinação contra o Vírus Influenza em Guanambi, teve a sua abertura oficial no Centro de Convivência do Idoso na tarde desta terça-feira (24). O Secretário Municipal de Saúde, André Moitinho acompanhou de perto a vacinação de dezenas de idosos pela equipe de imunização do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Coordenação de Imunização.

O ato contou com a presença de Francisco Donato – Secretário de Assistência Social, Andreiza Vigatto – Coordenadora de Imunização, Manoel Paulo – Diretor do Departamento de Atenção Básica, Ernivaldo Viana – Coordenador da Vigilância Epidemiológica, Graça Cotrim – Diretora do Hospital Regional de Guanambi, Onílio Júnior – Superintendente do Fundo Municipal de Saúde e Laudelina Ciríaco – Representante do Núcleo Regional de Saúde do Sudoeste, entre outros.

O primeiro período da vacinação vai de 23/04 até o dia 11/05, para os idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses  a menores de 5 anos, gestantes e puérperas de até 45 dias após o parto e trabalhadores de saúde da rede pública e privada. O segundo período de vacinação será de 12/05 à 01/06, para professores das escolas públicas e privadas, portadores de doenças crônicas, detentos e funcionários do sistema prisional.

O objetivo desta campanha é reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza na população alvo para a vacinação. A vacina oferecida é a trivalente e protege contra os vírus influenza A H1N1, A H3N2 e Influenza B. Importante ressaltar que a vacina contra a influenza é constituída de vírus inativado, fracionado e purificado, portanto é bastante segura e não causa a doença.

A meta em Guanambi é vacinar 21.339 pessoas. Ano passado o município alcançou 98,25% de cobertura vacinal ultrapassando a meta do Ministério da Saúde que é vacinar 90% da população de cada grupo prioritário. Maiores dúvidas poderão ser esclarecidas, entrando em contato com o Departamento de Vigilância Epidemiológica, através dos telefones: 9 9976-2054 ou 3452-0180.

 

 

Por: ASCOM / PMG

Da Redação: Rafa Nunes