Com praticamente 50% do mercado, representado em 43.838 unidades “no trecho” a Toyota Corolla apresenta uma hegemonia de mercado que grita às concorrentes. Para se ter uma ideia a diferença entre o Corolla e o segundo colocado Honda Civic é de 34.098 unidades. Uma esmagadora liderança.

Diante de tudo isso não é para menos que a busca pela conquista do mercado não seja mais frenética, pois, as principais concorrentes já se mobilizam para fazerem a diferença. Na busca pela reação a Honda apresenta já a 10ª geração do Civic que vem mais arrojado, modelo com um motor mais turbinado ostentando 1.5 com 173 cavalos. Na série 10 que amplia os modelos Sport, EX, ELX, Touring, Sport Manual, Sport CVT, EX CVT e EXL CVT os valores variam de R$ 87 mil a R$ 124 mil.

O Civic na geração 10 vem com seis airbags, distribuição eletrônica de torque, controle de estabilidade e de tração, direção elétrica progressiva, volante multifuncional, freio de estacionamento elétrico com assistente de partida em rampas e piloto automático, multimídia com tela multitátil de 7” e espelhamento de celulares.

A Nissan resolveu modernizar e tonar mais contemporâneo o Sentra. A partida passou a ser no botão, a direção é elétrica, rodas de liga de 16”, chave-canivete, volante multifuncional e travas e retrovisores externos elétricos. Existem outras mudanças para as versões mais sofisticadas. O valor do brinquedo da Nissa ainda não ficou bem estabelecido pela empresa no mercado brasileiro.

Nesta briga por mais espaço no mercado o Toyota Corolla se supera e busca modernização, para de igual modo surpreender um público cada vez mais jovial e contemporâneo.