Ibotirama: homem é executado dentro de hospital

A onda de crimes no município envolve agiotagem, tráfico de drogas e disputas entre facções rivais.

0
769
Foto|Reprodução

A violência e a pistolagem continuam desafiando às autoridades no município de Ibotirama, sudoeste do estado. Na tarde desta terça-feira (18) homens armados invadiram o Hospital Regional de Ibotirama e executaram um paciente na enfermaria. A vítima Marcelo Domingos de Oliveira, idade não informada, estava se recuperando de uma tentativa de homicídio sofrida no último domingo (16).

Os pacientes relataram momentos de pânico e terror dentro da unidade hospitalar. O homem assassinado cumpria prisão domiciliar, mas resolveu sair para ir a esta festa no último domingo. Até o momento nenhum suspeito foi preso.

Casos de violência e pistolagem

O pequeno município de Ibotirama nos últimos anos tem se tornado palco de casos inacreditáveis para o século XXI. Casos que ocorriam no início do século passado veem acontecendo com frequência no município. Em abril de 2015 o empresário Adarlan Silva Brito, conhecido como “Cigano Rogê” foi assassinado à luz do dia quando saia de casa. Foi uma verdadeira praça de guerra com troca de tiros de ambos os lados. A mãe do cigano, Teresa da Silva Brito, também morreu no tiroteio.

Em maio de 2016 o prefeito voltava da missa, no centro da cidade, quando foi seguido por um veículo Astra com vidros fumê, que iniciou uma perseguição contra o prefeito, Terense Lessa. A ação foi frustrada quando o prefeito, que estava na companhia de um vereador, entrou no Batalhão da Polícia Militar.

Ao longo de 2016 vários crimes de execução de pessoas foram registrados na cidade e, todos, sempre no meio da rua e à luz do dia. A onda de crimes no município envolve agiotagem, tráfico de drogas e disputas entre facções rivais.

Redação 96 FM
Jornalista Responsável Sérgio Silva (Radiola) MTB 5173/BA

Deixe comentário

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui