O Procurador – geral da República – Rodrigo Janot, pediu o afastamento do Ministro do Supremo tribunal Federal Gilmar Mendes da relatoria do caso Eike Batista. O motivo mais óbvio é que a esposa de Mendes é sócia do escritório de advocacia que atua na defesa de Eike.

Em abril Gilmar Mendes tomou a decisão monocrática, ou seja, sozinho, concedeu o habeas corpus a Eike Batista. O procurador questiona e isenção de Gilmar Mendes e afirmou que: “Por tal motivo, suscita-se a presente arguição contra o ministro Gilmar Ferreira Mendes a fim de que se reconheça a sua incompatibilidade para funcionar no processo em questão, bem como para que se declare a nulidade dos atos decisórios”, escreveu Janot, no pedido.