Jogo da Seleção emociona com sobreviventes do acidente da Chapecoense

O jogo teve muita emoção e homenagens aos jogadores da Chapecoense vítimas da tragédia do dia 29 de novembro

0
275
Foto|Reprodução

O Engenhão esteve lotado e repleto de homenagens a Chapecoense na noite desta quarta-feira (25) quando Brasil e Colômbia jogaram em um amistoso de muitas emoções e pouco futebol. Como já era de se esperar não houve aquela partida de grandes jogadas e vontade de vencer, mas apenas uma forma de agradecer aos colombianos pela ajuda e solidariedade prestados durante acidente com o avião da chapecoense que ceifou a vida dos jogadores, técnico e diretores do clube.

O jogo intitulado “Jogo da Amizade” não só prestou homenagens aos jogadores que morreram, mas também arrecadou fundos para ajudar as famílias das vítimas da tragédia. Os três jogadores sobreviventes Jackson Follmann (goleiro), Neto (zagueiro), Alan Ruschel (lateral) e o jornalista Rafael Henzel foram homenageados em campo por uma multidão que ao invés de 1 minuto de silêncio aplaudiu fervorosamente.

O técnico Tite escalou apenas atletas que atuam no futebol brasileiro e, como já era de se esperar o entrosamento foi um dos pontos negativos da partida. O único gol da partida saiu de uma cabeceada de Dudu. Sem mais emoções com bola o jogo terminou com o Brasil chegando ao topo do ranking da Fifa ao vencer. O jornalista Rafael Henzel narrou a partida ao lado de Galvão Bueno e, inclusive fez bonito ao narrar o gol de Dudu. A arrecadação do jogo foi de R$ 1.219.675,00 com público de 18.695 torcedores no estádio.

Deixe comentário

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui