A Polícia Federal afirmou no despacho que indiciou o ex-ministro Antônio Palocci que o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva – Lula (PT) recebeu pelo menos R$ 8 milhões em propina da Odebrecht. Ao todo são R$ 23 milhões repassados em propinas pela Odebrecht, porém, as planilhas não explicaram os demais R$ 15 milhões.

Na maioria das planilhas Lula recebia a alcunha de “Amigo do chefe” ou “Amigo de EO” estas últimas duas siglas são Emílio Odebrecht. Estes valores teriam sido liberados após solicitações e coordenação do ex-ministro Palocci. O mesmo atuou nos governos de Lula e Dilma.

O advogado de Lula – Cristiano Zanin Martins – afirmou que o ex-presidente é inocente e que a Polícia Federal não apresentou nenhuma prova contra o ex-presidente. Lula afirma que está sendo vítima de perseguição política!