Mais da metade dos brasileiros acreditam que posse de armas deve continuar proibida, aponta pesquisa

0
9533

Pesquisa do Instituto Datafolha aponta que 58% dos eleitores brasileiros acreditam que a posse de armas deve continuar proibida. Do outro lado, 40% acreditam que a prática deve ser legalizada. Os outros 2% não souberam ou não opinaram.

O número aumentou em relação ao ano passado, quando 56% dos eleitores responderam que a posse de armas deveria ser proibida, com a justificativa de que representaria ameaça à vida de outras pessoas.

A pesquisa foi realizada em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco e Distrito Federal.

Os eleitores dos estados do Sudeste são os que mais se posicionaram contra a liberação da posse de armas para a população. O estudo foi feito com 8.433 entrevistados presenciais em 313 municípios, de 20 a 21 de agosto.

 

Reportagem | Clara Sasse

Da Redação | Rafa Nunes