Agricultores do oeste da Bahia, sobretudo, regiões de Barreiras e Luís Eduardo Magalhães, já estão preparando o solo para investirem na plantação de milho de sequeiro. Este ano a expectativa é de que 3 milhões equitares sejam plantados com milho e soja.

Este ano houve redução de 18% na plantação de algodão devido os autos custos do plantio e, por conta disso a área que deixou de ser plantada será ocupada pelo milho. Os agricultores aguardam as primeiras chuvas, previstas para início de novembro, para começarem a plantar o milho. O aumento na plantação de milho de sequeiro este ano em relação a 2015 será de 30% a mais.

Existe uma redução nos custos de milho em relação ao algodão e, por conta disso, os produtores estão confiantes em uma melhora nas produções de grãos na região. Haja vista, que os últimos anos tem sido de quedas nas metas de produção de grãos no oeste do estado.