Foto: CaiqueMarquez

As pesquisadoras do curso de Administração, da Universidade do Estado da Bahia Campus  Guanambi, Simone Almeida de Souza e Joselice Moura Silva Oliveira, marcaram presença no XV Fórum Internacional de Administração, que aconteceu entre os dias 25 e 28 de outubro, em Gramado/RS.

As discentes apresentaram, com espontaneidade e simpatia, o trabalho cientifico intitulado: Mobbing: O Risco Invisível nas Relações de Trabalho e o Papel da Área de Gestão de Pessoas.

A autora, Simone Almeida de Souza, graduanda do 8º período, salientou que “a maioria das pesquisas sobre o mobbing, versam sobre a visão dos funcionários assediados, e não dos gestores. Sendo assim, o enfoque dado no estudo é sobre a atuação dos gestores em relação ao mobbing nas relações de trabalho. ”

As acadêmicas, que integram os grupos de pesquisa GEPDIS (Grupo de Pesquisa e Desenvolvimento, Inovação e Sustentabilidade), coordenado pelo professor Euclides Santos Bittencourt e o GEPERCS (Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação, Religião, Cultura e Saúde), coordenado pela professora Sandra Célia Coelho Gomes da Silva Serra de Oliveira, ressaltaram a importância das universidades públicas, incentivarem e apoiaram a pesquisa cientifica no âmbito acadêmico.

Para a realização da viagem das pesquisadoras, para apresentação do trabalho, houve mobilização de todo o curso de Administração.

Os discentes se mobilizaram para ajudar a pesquisadora Simone Almeida de Souza nos custos da próxima viagem, que será para o Rio de Janeiro, onde apresentará mais um trabalho cientifico no CASI – Congresso de Administração Sociedade e Inovação.

As discentes agradeceram ao apoio dos docentes e discentes que abraçaram a causa e falou que esse esforço em conjunto não é apenas em prol da viagem de uma estudante, é em prol do curso de Administração, que precisa ganhar mais visibilidade e valorização.

As pesquisadoras aproveitaram para homenagear o professor orientador, Gustavo Mamede Santanna Xará, que além de acompanhar as discentes na apresentação, prestou auxilio durante toda a viagem. As acadêmicas agradeceram, também, a receptividade do povo gaúcho e se dizem encantadas pelas belezas de Gramado.

 

 

Por: Caique Marquez