PF indicia Temer por corrupção e lavagem de dinheiro e pede bloqueio de bens

0
1559

Redação 96 FM

A Policia Federal entregou nesta terça-feira (16), ao Supremo Tribunal Federal (STF), a relação final do inquérito dos Portos, que aponta o presidente Michel Temer por receber propina em troca de benefícios a empresas do setor portuário.

De acordo com o G1, além do atual presidente, foram indiciados outras dez pessoas, entre elas a filha dele, Maristela Temer. A Polícia Federal pediu o bloqueio de bens de todos os suspeitos e a prisão de quatro deles.

O relatório aponta que Temer utilizou empresas do coronel reformado da PM, João Baptista Lima, e amigo de longa data do presidente, para receber dinheiro indevido da companhia Rodrimar.

Raquel Dodge, procuradora-geral da República, também receberá o relatório e decidirá se oferece denúncia contra Temer. A PF já solicitou o bloqueio de bens de Temer e dos demais envolvidos e pediu a prisão prisão preventiva do coronel Lima, seu sócio Carlos Alberto Costa, sua mulher Maria Rita e o contador Almir Martins Ferreira, todos indiciados.

O presidente já havia sido denunciado outras duas vezes por Rodrigo Janot, antecessor de Dodge, em casos que envolveram a delação do grupo J&F. No entanto, o Congresso barrou a abertura de ação penal.

Fonte: Notícias ao minuto