‘Poderia ter feito mais’, diz mulher que ajudou no acidente de Boechat

Leiliane Rafael da Silva tem 28 anos, três filhos e é vendedora de veículos e camelô

0
1410

Redação 96 FM

vendedora de veículos e camelô Leiliane Rafael da Silva, de 28 anos, foi quem ajudou a salvar o caminhoneiro João Adroaldo no acidente que matou o jornalista Ricardo Boechat e o piloto de helicóptero Ronaldo Quattrucci.

“Estou orgulhosa de mim, mas sinto que poderia ter feito mais alguma coisa”, disse Leiliane à Universa, do UOL.

Mãe de três filhos, ela afirmou que as imagens do acidente e a de um homem em chamas levantando a mão pedindo socorro, que ela não sabe identificar, ficaram se repetindo em sua mente e a fizeram ter dores de cabeça à noite.

“Mas esta noite eu espero dormir melhor, porque estarei perto dos meus meninos”, disse.

“Tenho muitas solicitações de amizade, mensagens no Instagram. Tem até jogador da Red Bull querendo falar comigo”, contou.

Leiliane ainda disse que não quer o título de heroína: “Pelo amor de Deus. Eu fiz o mínimo, que foi ajudar uma pessoa que estava viva depois de um acidente. É amor ao próximo, mas as pessoas estão mais preocupadas em gravar vídeos para mandar no grupo do WhatsApp”. Informações Notícias ao Minuto.