Política | Dilma atribui incêndio no RJ ao governo e ao PSDB e leva alfinetada de Meirelles

0
5435

Como várias lideranças políticas, acadêmicos e cidadãos, a ex-presidente Dilma Rousseff usou as redes sociais para se pronunciar sobre o incêndio que destruiu o Museu Nacional, no Rio de Janeiro. Dilma, porém, recebeu uma alfinetada do candidato à presidência pelo MDB, Henrique Meirelles.

 

 

 

 

A ex-presidente afirmou em sua página no Twitter que o incêndio seria consequência dos governos de Michel Temer e do PSDB. Ela mencionou ainda um golpe, que tentaria “transformar nossa história em terra arrasada”.

 

Henrique Meirelles, que também foi citado no tweet, acusou Dilma de oportunismo e afirmou que ela tentava “tirar proveito da situação para esconder nas cinzas do que sobrou a sua incapacidade de governar”

 

 

 

 

Vários outros usuários também responderam Dilma Rousseff, com trechos de reportagens que denunciavam a deterioração do museu antes mesmo do governo Temer. O Museu Nacional enfrenta uma série histórica de corte de verbas, e em 2004, o então secretário estadual de Energia, Indústria Naval e Petróleo, Wagner Victer, já aponta para risco de incêndio na estrutura.

Reportagem | Ana Luiza de Carvalho

Da Redação | Rafa Nunes