Na noite desta terça-feira (20) o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) rejeitou as contas da prefeitura do município de Porto Seguro, sul do estado. Segundo o parecer do TCM foram identificadas diversas irregularidades em processos licitatórios e consequentemente indícios de crime de Improbidade Administrativa.

Ao todo são mais de R$ 68.657.149,80 em contratos com suspeita de irregularidade. O número de licitações chega a 47 e, diante deste parecer, a prefeita Cláudia Silva Santos Oliveira (PSD) foi multada em R$ 10 mil. Um dos principais erros encontrados nas licitações foi a falta de concorrentes nos 47 procedimentos licitatórios.

Nós do Minuto Bahia tentamos contato com a assessoria da prefeita, mas até o fechamento desta matéria não obtivemos resposta.