Após os diversos casos de explosões do Galaxy Note 7 e uma tentativa, frustrada da Samsung de fazer uma espécie de recall, a empresa decidiu orientar seus usuários a desligarem os aparelhos e não mais usá-los. A empresa coreana tomou a decisão após mais um caso de explosão do aparelho em um voou comercial.

O Galaxy Note 7 passou a apresentar combustão espontânea e explosões fazendo com que diversas ações judiciais contra a empresa surgissem. Quem tiver o Galaxy Note 7 deverá devolvê-lo na loja e pedir o reembolso ou trocá-lo por outro aparelho que não seja o Note 7.