Saúde Pública | Unicef aponta que a cada 3 minutos uma menina é infectada pelo HIV

0
4578

Um relatório do Fundo das Nações Unidas para as Crianças (Unicef) aponta que a cada três minutos uma menina entre 15 e 19 anos é infectada pelo vírus HIV. O estudo foi divulgado na Conferência da Aids, em Amsterdã, na Holanda.

Os dados do Unicef mostram que 130 mil adolescentes de 19 anos ou menos morreram de Aids no ano passado. No mesmo período, 430 mil foram infectadas, ou seja, quase 50 meninas por hora.

O presidente da ONG Amigos da Vida, Cristiano Ramos, afirma que os dados mostram a falta de preocupação dos jovens com a doença. Ele atribuiu o problema ao descaso do governo e à falta de alerta.

“O governo só faz uma campanha por ano no Carnaval. Eu costumo dizer que o vírus do HIV não tira férias, e o governo faz uma distribuição recorde de preservativos no Carnaval para dar uma satisfação para a população de que está fazendo alguma coisa. Quando, na verdade, no resto do ano, não faz absolutamente nada.”

O levantamento do Unicef indica, ainda, que a propagação da epidemia entre meninas adolescentes é estimulada pelo sexo precoce, inclusive com homens mais velhos, sexo forçado, impotência para negociar relações sexuais, pobreza e falta de acesso a aconselhamento confidencial e exames.

A diretora-executiva do Unicef, Henrietta Fore, afirmou que “na maioria dos países, mulheres e meninas carecem de acesso a informações, serviços e até ao poder de dizer não ao sexo de risco”. Ela completa que “o HIV floresce entre os mais vulneráveis e marginalizados, o que coloca as meninas adolescentes no cerne da crise”.

 

 

Reportagem | Clara Sasse

Da Redação | Rafa Nunes