Sul – Americana: Flamengo vence Palestino com gol de Sheik

0
1953

A partida entre Flamengo e Palestino no Chile fez com que os flamenguistas sofressem durante todo o primeiro tempo e quase todo o segundo tempo. O Palestino tentou pressionar no estádio Monumental de Santiago, mas o time chileno não teve brilho suficiente para ultrapassar a “Muralha” do gol, que, aliás, chegou a derramar sangue, literalmente, pelo time ao chocar-se com o zagueiro Juan. No intervalo o goleiro chegou a pegar 4 pontos no lábio que cortou com o impacto do choque.

O Flamengo estava indo para o ataque e não preocupou muito com a defensiva nos primeiros momentos. Aos 28 minutos o Flamengo levou perigo ao Palestino quando Fernandinho fez uma tabela com Jorge e recebeu um belíssimo cruzamento na medida, mas ao bater nos pés do zagueiro esbarrou no pé da trave.

Para pressionar ainda mais o time anfitrião Guerrero soltou uma bomba de longe, mas o goleiro Melo saiu na bola e fez a defesa. O time carioca não parou de pressionar, mas o primeiro tempo terminaria no empate.

Segundo tempo

O jogo no segundo tempo teve um início sem muitas emoções e com os dois times explorando apenas a defensiva e a técnica. Porém, os chilenos queriam mais e foram para cima levando perigo ao goleiro Muralha. Com mais fôlego e se sentindo mais à vontade o Palestino levou o maior perigo até agora através de uma bomba de Vidangossy que com muita competência foi defendida pelo goleiro Muralha.

O jogo foi se tornando mais aflitivo para o Flamengo, porém, o técnico Zé Ricardo mostrou que é competente e fez duas substituições ao observar a tendência do jogo. Colocou Emerson Sheik e Marcelo Cirino que em um lance objetivo aos 33 fez com que a bola sobrasse para Sheik, após cruzamento de Cirino para Guerrero, e este não desperdiçou mandando para dentro da rede. O Palestino tentou nos acréscimos com Benega, mas como sempre se esbarrou no Muralha. Deste modo, já não havia mais tempo e o árbitro encerrou a partida com a vitória Rubro-negra.

FICHA TÉCNICA

Palestino: Dario Melo, Francisco Sierralta, Ezequiel Luna, Benjamin Vidal e Cereceda; Agustín Farías, Esteban Carvajal e Franco Mazurek (Diego Torres); Vidangossy (Jason Silva), Benegas e Leonardo Valencia (Richard Paredes). Técnico:Nicolás Córdova

Flamengo: Alex Muralha, Rodinei, Juan, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Cuéllar, Alan Patrick (Chiquinho) e Mancuello (Emerson Sheik); Fernandinho (Marcelo Cirino) e Paolo Guerrero. Técnico: Zé Ricardo

Local: Monumental de Santiago.
Público: 6.995 presentes.
Árbitro: Jonathan Fuentes (Uruguai).
Gol: 2º tempo – Emerson Sheik (33 minutos).
Cartão Amarelo: Rodinei (Flamengo).