Membros do Estado Islâmico confirmaram através de vídeos na internet nesta terça-feira (20) que o autor do atentado que deixou 12 mortos em Berlim na Alemanha é membro do EI e o que eles chamam de “soldado do califado”. O ataque promovido teve como mola propulsora, segundo o vídeo, uma ordem de aniquilar ou alvejar civis de países em coalização com o EI.

O Estado Islâmico tem conseguido arrebanhar diversos seguidores e mudado a forma de atacar. Vídeos ensinando como utilizar veículos para atropelar pessoas são enviados a simpatizantes e seguidores que acabam fazendo os ataques. Somente neste ano de 2016 pelo menos três grandes atentados foram reivindicados pelo EI sendo eles em Nice na França, Ohio nos EUA e este último em Berlim.

A segurança foi completamente reforçada no país e a meta principal é identificar o homem que conduzia o caminhão que causou o atropelamento. Haja vista, que o verdadeiro motorista estava no interior do veículo morto com um tiro. Suspeita-se que ele tenha sido sequestrado pelo autor, agora foragido.