Terrorista que ajudou a planejar 11 de setembro deixa prisão

0
745

Redação 96 FM

Mounir el-Motassadeq, um dos terroristas envolvidos no ataque do 11 de setembro e que foi considerado, junto aos comparsas, como o “tesouro dos hijackers”, foi libertado recentemente de uma prisão alemã e visto sendo recebido com alegria na sua terra natal, Marrocos.

Ele é um dos dois únicos homens a serem presos pelos ataques que mataram quase 3 mil pessoas, em 200. Mounir el-Motassadeq cumpriu uma pena de menos de 15 anos.

De volta para casa, o homem, de 44 anos, que ajudou a planejar o embate de um avião contra uma das torres gêmeas em Nova York, e que pertencia ao grupo Al Qaeda de Hamburgo, foi visto rindo com os seus amigos no bairro de Dawdiyar.

Os vizinhos de Mounir, citados pelo Mirror, dizer estar “felizes” com o regresso. “A sua família tem vindo de regiões diferentes só para vê-lo. Estão muito felizes por ele ter voltado. A sua mãe chorava lágrimas de alegria”, contam.

Mounir El-Motassadeq foi libertado no dia 15 de outubro com a condição de que seria deportado da Alemanha para o Marrocos. O homem está proibido de regressar a terras germânicas até 2064.

Notícias ao Minuto