A Procutadoria-Geral da Reública pediu a prisão do senador Aécio Neves (PSDB-MG) ao Supremo Tribunal Federal. No entanto, o ministro Edson Fachin ainda não autorizou a prisão.

O ministro afirma que a prisão deve ser discutida pelo plenário do Supremo.

 

Em resposta, o STF determinou o afastamento do senador do mandato de senador e presidente do PSDB na manhã desta quinta-feira (18). Também foi determinado o mandato do deputado federal Rocha Lourdes (PMDB-PR), de acordo com informações são do jornal O Estado de S.Paulo.