Após a liberação do Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) de uma redução na vazão do Rio São Francisco estima-se que esta seja a maior da história. Segundo informações colhidas junto a Companhia Hidrelétrica do São Francisco a partir do dia 18 de maio já serão iniciados os testes para que ocorra a redução da vazão.

As reduções nas defluências terão uma mínima de 600 m³/s já a partir de 29 de maio.  A defluência mínima ocorrerá nos reservatórios de Sobradinho e Xingó. O objetivo é preservar o estoque de água disponível nos reservatórios da bacia hidrográfica. Considera-se a necessidade de abastecimento de diversas cidades.

“Atualmente as condições do Velho Chico são degradantes e a redução será uma grande manobra arriscada para sobrevivência de ribeirinhos do médio São Francisco, neste caso nós aqui” afirma um ativista do meio ambiente.